Páginas

17 de maio de 2003

As bicicletas desaparecidas

Andavam dois alentejanos novitos (18 e 19 anos) a passear nas suas bicicletas. Como estava muito calor, resolvem parar numa tasca para pedir água. Encostam as bicicletas à parede e lá vão beber água.

Quando saiem da tasca, as bicicletas não estavam lá. Ficaram muito chateados e perguntam a dois compadres que ali estavam se tinham visto levar as bicicletas.

- Ó cummpadri, vossemecê sabe quem rôbô as nossas bicicletâs ?
- Vi sim senhôri!
- E que eram cumpadri?
- Nã sei. Mas sê que eram da ETA.
- Da ETA?!?!?!?!
- Sim, eram dois, chegam-se-me aqui e dizem um pró ôtro: "ETA É PA MIM, ETA É PA TI"


Sem comentários: