Páginas

4 de novembro de 2003

Santos e Pecadores


Um homem muito religioso vivia mesmo ao lado de um ateu.

Enquanto o homem religioso ficava o dia inteiro de joelhos, em comunhão com o seu Senhor, a rezar, o seu vizinho nunca na vida olhou duas vezes para uma igreja...

Contudo, a vida do ateu era impecável: Tinha um emprego bem pago e uma mulher bonita, e os seus filhos eram ricos e bem saudáveis. Por outro lado, o emprego do homem piedoso era extenuante e pagavam-lhe mal. A sua esposa estava cada dia mais gorda e os filhos davam-lhe cabo da cabeça todo o dia...

Um dia, em profunda oração, como era hábito, ele levantou os olhos em direcção ao céu e perguntou:

"- Oh, meu Deus: Eu honro o Vosso nome todos os dias. Peço-Vos opinião para os meus problemas e confesso-Vos os meus pecados. Contudo, o meu vizinho, que até nem acredita em Vós, e de certeza nem sabe o que é rezar, parece ser abençoado com todas as felicidades do mundo, enquanto que eu estou cada vez mais pobre, e sofro com esta indignidade. Porque que será, meu Deus?"

Então ouviu-se uma voz majestosa vir do Céu:

"- PORQUE ELE NÃO ME ESTÁ SEMPRE A INCOMODAR!!!!"

Sem comentários: