Páginas

22 de fevereiro de 2004

Sinais dos tempos


Homem e mulher na cama do motel. Depois do amor e durante os respectivos cigarros:

Ele - Esses peitos... Incrível como podem estar tão firmes, você já deve estar perto dos 30.
Ela - Quarenta! 200 ml de silicone de cada lado.
Ele - Viva a medicina!
Ela - Gostei deste seu sorriso... É o seu charme.
Ele - 32 dentes implantados. Mais de 16 horas na cadeira do dentista.
Ela - Viva a odontologia!
Ele - Gostei dos seus cabelos. São naturais, não é mesmo?
Ela - Apliquei. Estavam curtinhos. Não quis esperar crescerem. Mas os seus são...
Ele - Interlace. Nem dá para perceber. Posso até nadar com eles.
Ela - Há mais de duas horas nós estamos transando e você ainda não baixou o mastro. Como consegue? Viagra?
Ele - Prótese. Depois que acaba é só dobrar.
Ela - (perturbada)...Pensei que fosse pura excitação... todo esse clima...
Ele - Mas fiquei excitado, juro... Também, com essa sua bunda gostosa...
Ela - Silicone... Nas batatas da perna também tem um pouco.
Ele - Onde mais você já mexeu?
Ela - Pálpebras, maçãs do rosto, queixo, pescoço, lipo na barriga, culotes, cintura, botox, lifting... e também fiz a minha
"preciosa"...
Ele - Você quer dizer... o "vulcão"...
Ela - Exatamente!
Ele - O que você fez? Períneo?
Ela - Não, mudança de sexo. O meu nome é Valdemar.

Sem comentários: