Páginas

13 de março de 2004


A equipa do FCP regressa de mais uma prova das competições europeias, a meio do voo surge o Diabo em pessoa, e logo ali descreve o destino de todos :

" O avião vai cair, ninguém vai sobrevier. Vai tudo para o Inferno"

Gilberto Madail, levanta-se e pede ao Diabo que reconsidere a sua decisão, pois Portugal vai ter um europeu de futebol, e ele é o elemento chave da organização.

Mourinho critica fortemente o Diabo, por tomar uma decisão sem pés nem cabeça, pois ele é demasiado perfeito para morrer.

O Rui Rio, acusa o Diabo de ser um instrumento do poder de Lisboa.

O presidente da Comissão de Arbitragem da Liga de Clube, apenas afirma que esta inocente.

O Pinto da Costa dirige-se ao Diabo, e troca umas breves palavras, ao fim do qual o Diabo desaparece. Reinaldo Teles sorri.

O Avião aterra em segurança. Pasmados com o sucedido perguntam o que terá dito o Pinto da Costa ao Diabo.


A que ele respondeu :

- " Na Federação mando eu, na equipa do FCP sou eu que mando, na cidade do Porto sou eu que decido, nos árbitros sou eu que mando. Se o avião cair, terei de me mudar para o Inferno.....

Sem comentários: