Páginas

15 de maio de 2004

Calinadas de Alunos Universitários



Oral da cadeira de Anatomia do curso de medicina.

Prof: 'Descreva o figado.'

Aluno: 'Os figados...'

Prof: 'Os figados??!! Quantos são?

Aluno: 'Dois. Direito e esquerdo!'

****************************************

Oral da cadeira de psicologia do curso de medicina:

- 'Onde se localiza o centro de inteligência...?(área do cortex cerebral)

- 'Nos Estados Unidos da America.


****************************************

Curso de Segurança Social, uma universidade privada lisboeta.

- Diga-me lá porque é que a taxa de natalidade é menor nos países desenvolvidos.

- Porque se trabalha mais do que nos países subdesenvolvidos.

- Ai sim?

- E tem-se menos tempo.

- Menos tempo para quê?

- (o aluno, hesitante e já embaraçado) Menos tempo para fazer amor.


****************************************

Introdução ao Estudo do Direito, Faculdade de Direito de Coimbra, Junho.

Primeira pergunta do exame.

- Pegue no Código Civil e leia o artigo 32.

- O Código Civil?

- Sim, o Código Civil.

- Bem, Sr. professor, isso é que ainda não tive oportunidade de comprar.


****************************************

Universidade privada, em Lisboa. Exame oral de Processo Civil, 3º ano.

- Descreva-me a constituição de um tribunal colectivo.

- Bom, senhor professor, há o juiz presidente e os juizes presidentes das comarcas 'limitrófs'.

- (o professor, impassível) acaba de fazer o seu exame de russo.

No de português, chumbou.


****************************************

Faculdade de Direito de Lisboa. É procedimento habitual nas faculdades de Direito o professor terminar a exposição de casos práticos nas provas orais com a expressão 'quid juris?' ('o que é de direito?').

Em anos consecutivos de prestação de provas orais com o mesmo professor, uma aluna respondia ao 'quid juris' do examinador com um misterioso 'obrigado'. Ao 3º ano do curso, questionada, pelo cada vez mais estupefacto examinador, a aluna respondeu que julgava que a expressão em latim significava um amistoso 'boa sorte'.


****************************************

Exame numa universidade privada, em Lisboa.

- Dê-me um exemplo de um mito religioso.

- Um mito religioso? Sancho Pança.

(estupefacto, o professor pede ao aluno para este escrever o que acabou de dizer.

O aluno escreve no papel: 'S. Xupanssa').


****************************************

Numa oral de Relações Internacionais o professor pergunta ao aluno onde é que ficam os Estados Balcânicos. Resposta pronta do aluno:

No Báltico.


****************************************


Prova oral da cadeira de Direito Constitucional, uma universidade privada de Lisboa:

- O que aconteceu no 25 de Abril foi o início do regime autoritário salazarista. Mas quem subiu ao poder foi o presidente do então PSD, Álvaro Cunhal, que viria a falecer em circunstâncias misteriosas no acidente de Camarate.


****************************************


- Quais são as batalhas mais importantes da história portuguesa?

- Antes de mais, senhor doutor, a batalha de Alves Barrota.

- O exame terminou aqui.


****************************************

Um instituto superior da capital. 1º ano de Relações Internacionais. A cadeira é Ciência Política. O professor é um distinto deputado à Assembleia a República. A aluna, com rara convicção, explica ao examinador tudo o que se passou no 25 de Abril de 1974:

'A revolução de 74 significou a queda de um regime militar dominado pelo almirante Américo Tomás e pelo marechal Marcelo Caetano, que governava o país depois de deposto o último rei de Portugal, Oliveira Salazar. O 25 de Abril foi uma guerra entre dois marechais: o marechal Spínola e o marechal Caetano'. Obviamente, chumbou.


****************************************


Outra versão, ainda mais criativa, desta vez numa universidade privada de Lisboa, no 3ºano de Relações Internacionais.

- Descreva-me brevemente o que foi o 25 de Abril de 1974.

- Foi um golpe levado a cabo pelos militares, liderados por Salazar, contra Marcelino Caetano.

- (o professor, já disposto a divertir-se) E como enquadra o processo de descolonização nesse contexto?

- Bem, a guerra em África acabou quando Sá Carneiro, que entretanto subiu ao poder, assinou a paz com os líderes negros moderados. Foi por causa disso que ele e esses líderes morreram todos em Camarate.

- Já agora, pode dizer-me quem era o presidente da República Portuguesa antes de 1974?

- Samora Machel.

Conta quem assistiu à oral que o professor quase agrediu a aluna.


****************************************


Numa prova oral de Direito Constitucional, o examinador pergunta ao aluno:

- Quem substitui o presidente Jorge Sampaio em caso de impossibilidade temporária deste?

- A mulher dele, a Maria José Ritta.


****************************************


Uma universidade privada em Lisboa, 1997. A correcção manda que se diga que 'as leis são emanadas Discorrendo sobre o processo legislativo, um aluno responde que 'as leis vêm em manadas da Assembleia da República'.


****************************************

- Quem foi o grande impulsionador do nazismo?

- (o aluno, rápido e incisivo) O Fura João Hitler.

- O 'Fura'.

- Sim. É a designação hierárquica de Hitler.


****************************************


Numa outra oral. Cadeira de História das Ideias Políticas e Sociais.

- Qual é a obra de fundo de Adolfo Hitler?

- É a Bíblia alemã.


****************************************


- Pode dizer-me o que é um genocídio?

- É a morte dos genes.

- Como?

- É a morte dos genes e dos fetos.


****************************************

Sem comentários: