Páginas

25 de março de 2005

Sinceridade Farmaceutica....

Um homem entra numa pequena farmácia. Quando percebe que a única pessoa que atende no balcão é uma velhinha, desiste de pedir o que desejava e, para disfarçar, pede só um sabonete. A velha nota o ar de preocupação do homem e diz-lhe:

- O senhor não entrou aqui só para comprar um sabonete! Eu e minha sócia estamos nesse ramo há mais de quarenta anos! Já atendemos tudo quanto foi caso! O senhor não precisa estar envergonhado, qual é o seu problema?

O homem lá resolve ser sincero:

- Sabe o que é? É um problema de natureza sexual! Quando eu tenho uma erecção, esta prolonga-se por horas e horas! Não há o que faça o meu pénis baixar! Eu posso ter relações, masturbar-me, o meu pénis continua erecto por muito tempo! A senhora tem alguma coisa para me dar para isso?

A dona da farmácia diz que vai consultar a sócia e ausenta-se por alguns instantes. Volta em seguida com a outra velhinha e diz para o homem:

- O que eu e minha sócia lhe podemos dar são duzentos contos por mês, mais cama, comida e roupa lavada...

Sem comentários: