Páginas

11 de outubro de 2005

Santana Lopes morre e apresenta-se às portas do Céu.

SL - Eu sou católico e mereço ficar aqui, se Deus quiser (1).
S.Pedro - Nós temos as nossas regras, somos democráticos e as pessoas devem escolher depois de conhecer os factos. O sr. vai para o Inferno, passa lá um dia e depois volta a fazer o mesmo no Céu antes de escolher onde pretende ficar.

SL pega o elevador para o Inferno e a porta abre-se para um belo
jardim, cheio de mulheres bonitas e muitos dos seus amigos políticos.


Depois de muitos abraços e cumprimentos, é levado a um magnífico jantar, uma discoteca e acaba a noite nos braços de uma bela mulher. Na manhã seguinte, sobe de elevador para o Céu e é levado para o seu poiso numa nuvem e passa o dia a tocar harpa.

S. Pedro - Já fez a sua escolha?
SL - Lamento muito, mas lá na Terra os padres enganaram-me. Não
tenho dúvidas que se está muito melhor no Inferno e é essa a minha escolha.

Volta a descer no elevador e desta vez depara-se com um terreno inóspito, cheio de calor e todos os seus amigos a carregarem sacos cheios de lixo podre e com um ar abatido.

SL - Então sr Diabo? O que se passa? Como é que isto mudou de ontem para hoje?
Diabo - Ontem estavamos em campanha eleitoral e hoje já votaste!

(1)- "Se Deus quiser" ou " até a amanhã se Deus quiser" são agora expressões da moda, marcas distintivas, tal como o Diabo ter cornos ou pés de cabra, ou os Opus Dei terem 4 ou mais filhos, ou os padres do antigamente usarem tonsura.

Quem não usar estas expressões, é porque é de esquerda, e paga as consequências!

Sem comentários: