Páginas

28 de outubro de 2006

Funeral muito estranho...

Saindo do supermercado, um homem depara-se com um estranho funeral...

Achou aquilo muito estranho e parou para olhar. Primeiro vinha um caixão preto. Depois, um segundo caixão preto. Em seguida, um homem sozinho levando um doberman na coleira. Finalmente, atrás dele, uma longa fila indiana de homens. Não contendo a curiosidade, ele se aproxima delicadamente do homem com o cachorro, e diz baixinho:

- Meus sentimentos por sua perda... Eu sei que o momento não é apropriado, mas eu nunca vi um enterro assim! O senhor poderia me dizer quem faleceu?

- Bem... No primeiro caixão está a minha esposa.

- Puxa! Sinto muitíssimo! O que aconteceu com ela?

- Meu cachorro... Ele a atacou...

- Nossa, que tragédia! E no segundo caixão?

- Está a minha sogra... Ela tentou salvar a filha...

Fez-se um silencio consternado. Os dois olham-se nos olhos.

- Me empresta o cachorro?

- Entra na fila!!!

1 comentário:

Anónimo disse...

ao menos podias esforçar-te para traduzir para português de portugal ¬¬