Páginas

20 de março de 2008

Virtudes

Naquele tempo quando se criou o mundo, e para que os Homens prosperassem, o Criador concedeu-lhes 2 virtudes:

a) Aos Suíços, fê-los ordenados e cumpridores da lei;
b) Aos Ingleses, fê-los persistentes e estudiosos;
c) Aos Japoneses, fê-los trabalhadores e pacientes;
d) Aos Italianos, alegres e românticos;
e) Aos Franceses, fê-los cultos e refinados.
f) Aos Alemães, fê-los disciplinados e bravos;

Ao chegar aos portugueses, voltou-se para o anjo, que tomava notas, e disse:
- Os portugueses vão ser inteligentes, boas pessoas e vão apoiar a Ministra da educação

Então o anjo disse:
- Senhor, deste a todos os povos duas virtudes e aos portugueses três... Isto fará com que prevaleçam sobre todos os demais.


Então o Criador reflectiu e disse:
- Tens razão Gabriel... Mas as virtudes não se podem tirar, mas ordeno que os portugueses, a partir de agora, podem ter qualquer das três, mas que a mesma pessoa não possa ter mais do que duas virtudes de cada vez.

Assim seja que:
1. Português que apoia a Ministra da Educação e boa pessoa, não pode ser inteligente.
2. Português que é inteligente e que apoia a Ministra da Educação, não pode ser boa pessoa.
3. E Português que é inteligente e boa pessoa, não pode ser dos que apoiam a Ministra da Educação .


Atenção, se não enviares isto a todos os teus contactos em menos de 5 minutos, receberás, como castigo, um poster gigante com a cara da Lurdinhas...

4 comentários:

Lmnf disse...

Deves ser daqueles Prof(s) que quando joga o SLB falta à aula mesmo com teste Marcado...

Depois anda dizem que a Lurdinhas não tem razão...

Antonio disse...

A falta de piada em anedotas de critica politica fácil. Façamos justiça, apoiando uma ministra que embora não possua dotes simpáticos, conseguiu implementar algumas reformas que outros ministros não tiveram coragem. Ainda me recordo do tempo recente, em que existiam escolhas com 1 único aluno e que a professora não aprovava a passagem, de modo a não perder o lugar, como se fosse um dado adquirido.Obviamente que esta
eliminou esses casos e enfrentou as corporações.

Domingos Moreira disse...

Bem... para falar verdade: Nem tudo o que tem piada é verdadeiro.
É preciso ter a coragem de brincar com coisas sérias...
Dou-lhe razão.
Mas deixem-nos brincar...

Antonio disse...

É flagrante e estou consciente que falta-me evoluir nesse sentido... adquirir coragem para "brincar com algo sério ".
A nossa aprendizagem é permanente.