Páginas

20 de dezembro de 2008

Está demais!!


Ramon e Nilzelene passeavam agarradinhos e de mãos dadas  pelo parque arborizado.
 Os desejos sexuais de Ramon aumentavam quanto mais caminhavam entre as grandes
e sombrias árvores.
Quando Ramon já não agüenta mais de tesão e prepara para  declarar-se, Nilzelene o interrompe:
 - Espero que você não se aborreça amor, mas quero fazer xixi.
 Mesmo espantado com o pedido inusitado, Ramon concorda:
- Tudo bem Nilzelene, vá pra ali, detrás daqueles arbustos.
 Nilzelene então some da vista de Ramon. Enquanto isso nervoso e  possuído pela luxúria, ele escuta o som erótico da calcinha deslizando  pelas co*xas* suculentas de Nilzelene, ele imagina tudo aquilo ali tão pertinho e à sua disposição. Incapaz de se conter e seguindo
instintos animais, Ramon introduz o braço através dos arbustos e toca a perna dela. Suavemente, sobe as mãos mais e mais, até que, horrorizado, agarra algo grosso e quente, no meio das pernas dela. Muito assustado,  ele pergunta:
 - Nilzelene! Por Deus! Você mudou de sexo?
- Não - ela responde, irritada. - Mudei de idéia...tô cagando!!!

Sem comentários: