Páginas

4 de abril de 2009

CARTA DE RECLAMAÇÃO DE UM ESPECTADOR DO CANAL 18


ESTA É LINDA! A CARTA FOI MESMO ENVIADA PARA A TV CABO!

CARTA DE RECLAMAçãO DE UM ESPECTADOR DO CANAL 18

 

Caros directores do canal Viver/Vivir, 


Primeiro: a vossa programação, durante o dia, é uma merda. Isto é ponto assente. Vão lá falar de raças de cães e ensinar a tirar nódoas de vinho de camisas brancas para o caralho.

Segundo: os filmes, à noite, não estão mal. mas há aspectos a rever.

Nomeadamente, a questão da dobragem. O problema principal é este: estão ali a ser dadas fodas em inglês (na maior parte dos casos). As falas e a gemideira estão dobradas para espanhol. Pode contestar-se a necessidade da dobragem, mas não se pode negar que é um esforço válido porque permite que muitos e muitos  analfabetos tenham acesso a guinchadeira fodal proferida num idioma que compreendem.
Mas, pergunto eu: e os  peidinhos de cona? Os peidinhos de cona  perdem-se na dobragem, meus amigos. Isto é uma vergonha, em pleno século XXI. E quem diz peidinhos de cona diz todo um chlap, chlap, chlap de colhões a bater na peida que não chega ao espectador português. 

Há dias, assisti a uma película transmitida por vós em que o saco dos colhões  malhava na regueifa com uma velocidade tal que parecia castanholas na mão de  uma sevilhana com Parkinson. Cuidais que se ouvia alguma coisa? O caralho é que se ouvia. 

Faz falta, no estúdio onde se procede à dobragem, uma cona que dê peidinhos em espanhol, sincronizadamente com a cona americana que está levar as nabadas propriamente ditas no filme.

Mais: contratem-se colhões castelhanos e façam-se embater os mesmos contra rechonchudas nalgas suas compatriotas, captando esse som mavioso para o incluir na dobragem. Faça-se tudo isto - e depressa - caso contrário várias punhetas ficarão mal batidas. 

Um abraço, 
Pipi, um vosso assinante
 


Sem comentários: