Páginas

20 de fevereiro de 2010

Sócrates numa escola

Sócrates foi a uma escola conversar com as criancinhas, acompanhado de uma comitiva. 
 
Depois de apresentar todas as maravilhosas realizações de seu governo, disse às criancinhas que iria responder perguntas.

Uma das crianças levantou a mão e Sócrates perguntou:
- Qual é o seu nome, meu filho?
- PAULINHO. (lembre-se bem deste nome)
- E qual é a sua pergunta?
- Eu tenho três perguntas:

1ª)   Onde estão os 150.000 empregos prometidos na sua campanha eleitoral?
2ª)   Quem meteu ao bolso o dinheiro do Freeport?
3ª)   O senhor sabia dos escândalos do Face Oculta?

Sócrates fica desnorteado, mas neste momento a campainha para o recreio toca, ele aproveita e diz que responderá depois do recreio.

Após o recreio, Sócrates diz: 
 
- Porreiro Pá, onde estávamos? Acho que eu ia responder perguntas. Quem tem perguntas?
 
Um outro garotinho levanta a mão e Sócrates aponta para ele.
 
- Pode perguntar, meu filho. Como é o seu nome?
- Joãozinho, e tenho cinco perguntas:
 
1ª)Onde estão os 150.000 empregos prometidos na sua campanha eleitoral?
2ª)Quem meteu ao bolso o dinheiro do Freeport?
3ª)O senhor sabia dos escândalos do Face Oculta?
4ª)Por que é que a campaínha do recreio tocou meia hora mais cedo?
5ª)Onde está o PAULINHO??
 


2 comentários:

Miusia disse...

Não percebi

Domingos Moreira disse...

No intervalo, o miúdo mais atrevidote foi feito desaparecer, percebes? Assim não havia mais ninguém a fazer perguntas de difícil resposta...

P.S. Dito assim até parece que vivemos debaixo do regime do Muamar Kadafi... o que, felizmente, não é o caso. Mas, enfim, isto é só uma anedota!