Páginas

29 de setembro de 2010

SLB

Na sequência da entrevista de Jorge Jesus ao site da UEFA onde este afirmava que o Benfica "é quase uma religião", D. José Policarpo quis deixar bem claro que a "única religião é a da Santa Madre Igreja Católica Apostólica Romana, e lá por ele ser homónimo do filho de Deus, que não pense em inventar outra religião! Até porque o outro Jesus, o Cristo, era letrado e fez muitos milagres e os únicos milagres que "este" Jesus fez foi na época passada tornar o Benfica campeão e o milagre da multiplicação capilar caótica na sua própria mona. E se o Benfica fosse tornado religião, quem era o deus? O Eusébio? E na Eucaristia, as hóstias eram feitas de sandes de courato e o vinho era substituído por Minis?", questionou o Cardeal Patriarca. "A única semelhança", acrescentou, "é que ele fala uma língua parecida com a que o próprio Jesus Cristo falava, o Aramaico, que ninguém percebe, mas não chega..."
 


Sem comentários: