Páginas

10 de outubro de 2011

Um lisboeta e um alentejano

Um lisboeta  e  um alentejano foram parar à mesma barbearia, no tempo em que ainda lá se fazia a barba (?).

 

Lá sentados, com um barbeiro atendendo cada um deles, não se falou uma  palavra.

 

Os barbeiros temiam iniciar qualquer conversa, pois poderia descambar em  discussão.

 

Terminaram a barba de seus clientes mais ou menos ao mesmo tempo.

 

O barbeiro que tinha o lisboeta na  sua cadeira estendeu o braço para pegar o after-shave, no que foi interrompido rapidamente pelo seu cliente:

 

- Não obrigado, a minha esposa vai sentir esse cheiro e pensar que eu estive numa casa de  putas  - disse o lisboeta.

 

O segundo barbeiro virou-se para o alentejano:

 

- E o senhor? - indagou.

 

E o alentejano  respondeu:

 

- Ponha bastante! A minha mulher nunca lá esteve e não sabe como é o cheiro de uma casa de putas...

 

Sem comentários: