Páginas

10 de maio de 2014

Ao telefone

Aproveitando a ausência dos patrões, Craudete, a empregada africana, fofoca com uma amiga de Angola ao telefone:
- Maria, aqui nesta mansão é tudo fachada, nêga!
- Porquê, Craudete? – Pergunta a amiga.
- Nada é dos patrão! Tudo é imprestado!
- Como assim?- pergunta a outra, curiosa.
- A roupa dos patrão não és deles, as dele é de um tal de Armani, a gravata de um tal Pierre Cardin, os vistido dela és de uma tal Fátima Lopes e os carro é da Mercedes… Nada é deles, minina!
- Nossa, Craudete… Qui pobreza!
- O pió di tudo cê inda num sabe… Outro dia o patrão tava no telefone falando que tinha um grande Picasso… Pura mentira, Maria… É piquinininho, que dá dó!!!!

Sem comentários: