Páginas

16 de janeiro de 2004

Um padre e uma freira

Certa vez, um padre e uma freira regressavam para o convento. Ao cair da noite, avistaram uma cabana a meio do caminho, e decidiram entrar para pernoitar e prosseguir viagem no dia seguinte. Ao entrarem na cabana, viram que havia apenas uma cama de casal. O padre e a freira entreolharam-se e, depois de alguns segundos de silencio,
o padre disse:
* Irmã, pode dormir na cama que eu durmo aqui no chão.
· E assim fizeram. No entanto, a meio da madrugada a irmã acordou o padre:
* Padre! O senhor está acordado?
· O padre bêbado de sono:
* Hã?! Ah, irmã, diga, o que foi?
* Ah... é que eu estou com frio. Pode ir buscar-me um cobertor?
* Sim, irmã, com certeza!
· O padre levantou-se, foi buscar um cobertor ao armário e cobriu a irmã com muita ternura.
· Uma hora depois, a irmã acorda o padre novamente:
* Padre! Ainda está acordado?
· O padre:
* Hã? Irmã... O que foi agora?
* É que ainda estou com frio. Pode dar-me outro cobertor?
* Claro irmã, com certeza !
· Mais uma vez, o padre levantou-se cheio de amor e boa vontade para atender o pedido da irmã.
· Outra hora passou e, mais uma vez, a irmã chamou pelo padre:
* Padre. O senhor ainda está acordado?
· O padre:
* Sim irmã! O que foi agora?!
* É que eu não estou a conseguir dormir. Ainda estou com muito frio.
· Finalmente, entendendo as intenções da irmã, o padre então disse:
* Irmã, só estamos aqui nós dois, certo?
* Certo!
* O que acontecer aqui, ou deixar de acontecer, só nós saberemos e mais ninguém, certo?
* Certo!
* Então tenho uma sugestão... Que tal se fingirmos ser marido e mulher?
· A freira então pula de alegria na cama e diz:
* SIM! SIM!
· Então o padre muda o tom de voz e grita:
* ENTÃO, PORRA! LEVANTA-TE E VAI BUSCAR A MERDA DO COBERTOR!

Sem comentários: