Páginas

14 de julho de 2004

Padre na Alfandega


Uma senhora está voltando de viagem da Suíça. No avião ela vira-se para um padre que está sentado ao seu lado e faz-lhe um pedido:
- Sr. Padre, eu comprei este aparelho, um depilador eléctrico novo. O senhor importa-se de escondê-lo debaixo da sua batina, só para o caso de passarmos por uma revista na alfândega?
O padre responde:
- Será um prazer atendê-la, minha senhora. Mas aviso-a desde já que, se me perguntarem, eu não sei mentir.
A mulher concorda e fica torcendo para que ninguém pergunte nada ao padre. Na alfândega um fiscal aborda o padre:
- Alguma coisa a declarar, Sr. Padre?
- Da cabeça à cintura - diz o padre - não tenho absolutamente nada.
- E em baixo? - pergunta o fiscal, desconfiado.
- Ah, em baixo, só um instrumento para mulheres, que nunca foi utilizado...
O fiscal corou e rindo disse:
- O passageiro seguinte, por favor!

Sem comentários: