Páginas

16 de novembro de 2007

Misterio do quarto 31

Mistério do quarto 311 (parece anedota mas não é!)

Assim vai a saúde em Portugal...

Se não fosse trágico seria para rir... só cá nesta terra, mesmo!

O mistério do quarto 311 do Hospital D. Pedro em Aveiro (facto verídico). Durante alguns meses acreditou-se que o quarto 311, do hospital Dom Pedro em Aveiro, tinha uma maldição. Todas as sextas-feiras de manhã, os enfermeiros descobriam um paciente morto neste quarto da unidade de cuidados intensivos.

Claro que os pacientes tinham sido alvo de tratamentos de risco mas, no entanto, já se não encontravam em perigo de morte.

A equipa médica, perplexa, pensou que existisse alguma contaminação bacteriológica no ar do quarto. Alertadas pelos familiares das vítimas, as autoridades conduziram um inquérito. Os utentes do 311 continuaram, no entanto, a morrer a um ritmo semanal e sempre à sexta-feira. Por fim, foi colocada uma câmara no quarto e o mistério resolveu-se:

  • Todas as sextas-feiras de manhã, pelas 6 horas, a mulher da limpeza desligava o ventilador do doente para ligar o aspirador!!!
"O cérebro é uma coisa maravilhosa. Todos deveriam ter um!!!

2 comentários:

miúdo disse...

Boas,
como trabalho em Saúde, sei por experiência própria que já vai sendo hábito "malhar" no SNS. Se é verdade que este tem várias falhas, também é verdade que tem muitas virtudes. E como o português comum tem uma costela muito "Gil-Vicentina"...

De qualquer modo, apenas queria dizer que isso nunca aconteceu nem em Aveiro (o dito hospital não tem quarto 311 e dúvido que haja unidade de cuidados intensivos qualquer no mundo com quartos, para mais com 311!; isso é coisa de hotel), nem sequer em Portugal.

Segundo uma versão que, estou em crêr, seria a original, esta situação ter-se-á passado num hospital de África do Sul. Já recebi esse mail há uns anos e também me cruzei com essa "notícia" num ´site estrangeiro.

Tendo em conta que, se tal fosse verdade, seria demasiado grave, atribuir esta situação devido a um boato não o é menos.

Acredito que isto não tenha qualquer má intenção da sua parte mas é preciso ter cuidado quando se aponta o dedo só com uma (falsa) versão. Como o meu pai me costuma dizer, nem sequer nos noticiários nos podemos acreditar, que eles passam muita coisa e também passam notícias...

Já agora, aproveito para dizêr que gosto muito do seu sítio. Parabéns !

Domingos Moreira disse...

Obrigado pela mensagem e obrigado pela correcção.
Realmente, nem tudo o que nos chega aos olhos/ouvidos é verdade...