Páginas

28 de janeiro de 2008

O alentejano e o intelectual

Um alentejano apanha um comboio para ir a Lisboa e senta-se ao lado de um senhor muito bem vestido. O alentejano começa a olhar e pergunta:
- Por acaso você nunca apareceu na televisão?
Ao que o Sr. responde:
- Sim, eu costumo ir a muitos concursos de cultura geral e por isso o Sr. deve-me conhecer daí. Como a viagem vai ser longa, você por acaso não quer fazer um jogo comigo?
- Pode ser - respondeu o alentejano.
- Então fazemos assim: como eu tenho mais cultura que o Sr., você faz-me uma pergunta sobre um assunto qualquer e se eu não souber responder, dou-lhe 100 euros. A seguir faço-lhe eu uma pergunta e se não souber a resposta, dá-me só 10 euros. Concorda?
- Vamos a isso - respondeu o alentejano confiante.
- Então eu faço-lhe a primeira pergunta. Diga-me o nome da pessoa que escreveu 'Os Lusíadas', aquele poeta só com um olho, que dignificou Portugal ?
O alentejano começa a pensar e passados alguns instantes diz:
- Nã sei. Ê não sei leri.
- A resposta era Luís de Camões. Dê-me os 10 euros e faça-me uma pergunta qualquer.
- Tomi. Bem, qual é o animali que se o encostar a um chaparro sobe-o com quatro patas e desce-o com cinco patas?
- Olhe, essa nem eu sei - respondeu o homem muito admirado.
- Então passe para cá os 100 euros.
- Tome. Mas agora diga-me, que animal é esse?
- Tamém nã sei. Tome lá 10 euros.

Sem comentários: