Páginas

30 de junho de 2007

Prostituição Avançada...

Estavam dois amigos sentados numa esplanada, quando uma prostituta se aproxima e sentando-se na mesa anexa lhes fica fazendo Sinais elucidativos.

Dirigindo-se-lhe, um deles pergunta: quanto levas?

Ela disse o preço, com alguma especulação.

-Óh, óh, disse ele, isso é muito!

-Bem, disse ela, como vocês são simpáticos e hoje estou bem disposta, eu faço esse preço para os dois e pagam a meias.

Os amigos olharam-se, olharam-na, voltaram a olhar-se e concordaram.

Já no quarto, despiram-se, ela deita-se e enquanto um salta para a cama

o outro senta-se no sofá, à espera.

- Não, não, diz ela, venham os dois.

- Os dois? Dois não dá, tem de ser um de cada vez.

- Não, os dois. Eu não fiz o desconto para ter dois trabalhos!

- Mas dois, como é que pode?

- Pode, pode, que eu trabalho em Banda Larga....

Tecnologia de ponta...

Outra prostituta aproxima-se de um sujeito passante e faz-lhe o convite.

-Não, não quero, diz ele.

Ela acompanhando-o insiste:

- Olha que eu faço isto e aquilo e aquilo, não sabes o que perdes!

- E quanto levas? Diz ele preparando-se para se desviar

- Cinquenta Euros.

- Isso é muito, não quero.

- Não é muito,não, para o serviço que faço, não é!

- Mas eu não tenho esse dinheiro comigo.

- Espera, diz ela. Vai ao saco e tira um terminal Multibanco portátil, via GSM – pronto, podes pagar com cartão.



Em resumo: Tecnologia de puta....

27 de junho de 2007

A 'boca' do Dia...

O governo “pela-se” por arranjar dinheiro seja à custa do que for.

Naturalmente, o assunto origina as mais imaginativas conversas das vítimas (todos nós) no café, barbeiro, consultórios, etc...

Estava eu na sala de espera dum consultório e além do tossicar, tudo estava calado,
alguns cabisbaixos com expressão de quem espera desespera, outros embebidos no folhear das revistas do ano passado, habitualmente postas à disposição.

Um cavalheiro que lia um jornal do dia anterior (sorte), viu uma notícia, falou mais alto e disse: Lá temos mais 30 medicamentos sem comparticipação! Explodiu o burburinho.

Cada um dava a sua queixa, opiniões e comentários nada elogiosos para os donos "disto”.

Tudo falava excepto uma senhora com aparência não muito idosa que, impávida e serena, se mantinha de olhos pregados nas figuras duma revista “cor de rosa”.

Eu, que nada tinha dito ainda, levantei um pouco a voz para conquistar a atenção e decidi lançar a minha:

- Está em estudo uma proposta de lei que vai poupar muitos milhões ao Governo: A eutanásia vai ser livre a partir dos sessenta e cinco anos e aos setenta e cinco obrigatória!

- Então lá vou eu!, disse calmamente a senhora, sem levantar olho da revista...

AR

25 de junho de 2007

Quadra S. Joanina

Depois das bombas loucas,
ainda ouvindo a euforia,
(que eu moço já não sou
e à festa já não vou)
toma lá umas poucas
das da minha autoria:



À Menina e Moça
(Pelo S. João, ou não)
______________________





Menina que és afeita
A todos Santos Populares
Não te deixes enganar
Por tantos Santos amares.

O balão que tu enches-te
foi ao ar e explodiu.
Estavas tu tão orgulhosa
e de ti tudo se riu.


Nem viste que era um inferno
a fogueira a que saltavas.
No calor da euforia
nem viste que te queimavas.

A imagem que fizeste
de rapariga tão prendada,
logo a seguir a perdeste
e por ninguém foi mais achada.

A roda da tua saia
deixa ver as tuas rendas
quanto mais andas à roda
mais se vêm tuas “prendas”.

Conheci-te ao virar da esquina
Logo por ti me enamorei
Eras 'inda uma menina...
Que é feito dela não sei.

Gostava da tua blusa
no tempo em que andei contigo.
Agora já não se usa
porque te tapa o umbigo.

Tanta alegria tivemos
no tempo em que nos amamos...
Agora que o tempo não volta
Por esse tempo choramos!

Se fores saltar à fogueira
na Noite de S. João,
Salta de tal maneira
que não queimes teu coração

Se fores saltar à fogueira
leva tua saia de roda.
Se saíres chamuscada
Não te importes: é moda!

______________________________
AR - 2004 - Copyright


Um abraço Sãojoanino

20 de junho de 2007

Espectacular: So Letra P

APENAS A LÍNGUA PORTUGUESA NOS PERMITE ESCREVER ASSIM!...

Pedro Paulo Pereira Pinto, pequeno pintor Português, pintava portas, paredes, portais. Porém, pediu para parar porque preferiu pintar Panfletos. Partindo para Piracicaba, pintou prateleiras para poder progredir.
Posteriormente, partiu para Pirapora. Pernoitando, prosseguiu para Paranavaí, pois pretendia praticar pinturas para pessoas pobres. Porém, pouco praticou, porque Padre Paulo pediu para pintar panelas, porém posteriormente pintou pratos para poder pagar promessas. Pálido, porém personalizado, preferiu partir para Portugal para pedir permissão para papai para permanecer praticando pinturas, preferindo, portanto, Paris. Partindo para Paris, passou pelos Pirineus, pois pretendia pintá-los. Pareciam plácidos, porém, pesaroso, percebeu penhascos pedregosos, preferindo pintá-los parcialmente, pois perigosas pedras pareciam precipitar-se, principalmente pelo Pico, porque pastores passavam pelas picadas para pedirem pousada, provocando provavelmente pequenas perfurações, pois, pelo passo percorriam, permanentemente, possantes potrancas. Pisando Paris, pediu permissão para pintar palácios pomposos, procurando pontos pitorescos, pois, para pintar pobreza, precisaria percorrer pontos perigosos, pestilentos, perniciosos, preferindo Pedro Paulo precaver-se. Profunda privação passou Pedro Paulo. Pensava poder prosseguir pintando, porém, pretas previsões passavam pelo pensamento, provocando profundos pesares, principalmente por pretender partir prontamente para Portugal. Povo previdente! Pensava Pedro Paulo... - Preciso partir para Portugal porque pedem para prestigiar patrícios, pintando principais portos portugueses. Paris! Paris! Proferiu Pedro Paulo.
- Parto, porém penso pintá-la permanentemente, pois pretendo progredir. Pisando Portugal, Pedro Paulo procurou pelos pais, porém Papai Procópio partira para Província.
Pedindo provisões, partiu prontamente, pois precisava pedir permissão para Papai Procópio para prosseguir praticando pinturas. Profundamente pálido, perfez percurso percorrido pelo pai. Pedindo permissão, penetrou pelo portão principal.
Porém, Papai Procópio puxando-o pelo pescoço proferiu: - Pediste permissão para praticar pintura, porém, praticando, pintas pior. Primo Pinduca pintou perfeitamente prima Petúnia.
Porque pintas porcarias? - Papai, - proferiu Pedro Paulo - pinto porque permitistes, porém, preferindo, poderei procurar profissão própria para poder provar perseverança, pois pretendo permanecer por Portugal. Pegando Pedro Paulo pelo pulso, penetrou pelo patamar, procurando pelos pertences, partiu prontamente, pois pretendia pôr Pedro Paulo para praticar profissão.
Perfeito: Pedreiro! Passando pela ponte precisaram pescar para poderem prosseguir peregrinando. Primeiro, pegaram peixes pequenos, porém, passando pouco prazo, pegaram pacus, piaus, piabas, piaparas, pirarucus. Partiram pela picada próxima, pois pretendiam pernoitar pertinho, para procurar primo Péricles primeiro. Pisando por pedras pontudas, Papai Procópio procurou Péricles, primo próximo, pedreiro profissional perfeito. Poucas palavras proferiram, porém prometeu pagar pequena parcela para Péricles profissionalizar Pedro Paulo.
Primeiramente Pedro Paulo pegava pedras, porém, Péricles pediu-lhe para pintar prédios, pois precisava pagar pintores práticos. Particularmente Pedro Paulo preferia pintar prédios. Pereceu pintando prédios para Péricles, pois precipitou-se pelas paredes pintadas.
Pobre Pedro Paulo pereceu pintando...

Permita-me, pois, pedir perdão pela paciência, pois
pretendo parar para pensar... Para parar preciso pensar.
Pensei. Portanto, pronto: Pararei!·


Dasse! E ainda há quem se ache o máximo quando consegue dizer: "O Rato Roeu a Rica Roupa do Rei de Roma."!!!

16 de junho de 2007

Porque Roberto Carlos proibiu a Publicacao da Biografia

O REAL MOTIVO DO ROBERTO CARLOS SUSPENDER A PUBLICAÇÃO DE SUA BIOGRAFIA

Foi desvendado o motivo do cantor Roberto Carlos haver proibido a venda e divulgação da biografia não autorizada "Roberto em detalhes".
Numa das passagens do livro, o autor narra o seguinte episódio.
"Durante a jovem guarda, depois de várias tentativas Roberto consegue convencer a cantora Wanderléia, ainda virgem, a acompanhá-lo a um Motel. Já na cama e após retirar a perna mecânica, ao partir para o ataque o cantor foi surpreendido por um pedido. - Beto, pode me pegar um copo de água, tô morrendo de sede.
- Ok! Broto. Respondeu o Rei.
E lá foi ele, numa perna só TOC, TOC, TOC... até o frigobar pegar a água e voltar TOC, TOC, TOC... até a cama.
Wanderléia bebeu a água e quando Roberto ia consumar o coito, outro pedido. - Amor, pode fechar a cortina, tá muito claro, tô morrendo de vergonha.
E lá se foi o Rei, já meio invocado, TOC,TOC,TOC... até a janela e TOC, TOC, TOC... até a cama.
Já partindo para o ataque, novo pedido.
- Pode desligar o ar. Tô morrendo de frio!
E o nosso Rei, já puto da vida, TOC, TOC, TOC... até o ar condicionado e
voltando a jato TOC, TOC, TOC...
Achando que finalmente estaria livre, alguém bate na porta.
Não acreditando no que estava acontecendo, lá se foi o Rei, TOC, TOC, TOC... até a porta.
Ao abrir a porta uma surpresa, era o cara do apartamento de baixo:
- Porra meu! Me responde uma coisa; tu veio aqui pra trepar ou pra pular amarelinha?

Tamanho preocupante



Um casal de namorados estavam na véspera de seu casamento quando o noivo diz:

- Amor... preciso lhe contar um probleminha que eu tenho... Até hoje nos preservamos, esperando a entrega total, depois do casamento, mas...

A garota fica preocupada?

- Fala... Pode me contar, meu querido!! E conte com a minha compreensão!

O rapaz se encoraja e responde, todo envergonhado:

-É que eu tenho o pênis do tamanho de um recém nascido!!!

Ela, que não saberia mesmo diferenciar praticamente a coisa, o encoraja:

- Não tem problema... Isso não é nada! O que importa é que nós amamos um ao outro!!!

Eles finalmente se casam. Na lua-de-mel, os dois vão para o quarto e aí começa o esfrega-esfrega, amassa aqui, amassa ali... os dois já estão morrendo de tesão quando a garota pega no pênis do marido.Ela se levanta da cama, com cara de assustada, e pergunta:

- O que é isso meu bem???

E ele, com um sorrisinho sem graça:

- Eu lhe avisei que era do tamanho de um recém nascido: tem 48 centímetros e pesa 3 kg

Tamanho preocupante



Um casal de namorados estavam na véspera de seu casamento quando o noivo diz:

- Amor... preciso lhe contar um probleminha que eu tenho... Até hoje nos preservamos, esperando a entrega total, depois do casamento, mas...

A garota fica preocupada?

- Fala... Pode me contar, meu querido!! E conte com a minha compreensão!

O rapaz se encoraja e responde, todo envergonhado:

-É que eu tenho o pênis do tamanho de um recém nascido!!!

Ela, que não saberia mesmo diferenciar praticamente a coisa, o encoraja:

- Não tem problema... Isso não é nada! O que importa é que nós amamos um ao outro!!!

Eles finalmente se casam. Na lua-de-mel, os dois vão para o quarto e aí começa o esfrega-esfrega, amassa aqui, amassa ali... os dois já estão morrendo de tesão quando a garota pega no pênis do marido.Ela se levanta da cama, com cara de assustada, e pergunta:

- O que é isso meu bem???

E ele, com um sorrisinho sem graça:

- Eu lhe avisei que era do tamanho de um recém nascido: tem 48 centímetros e pesa 3 kg

Homem tambem sofre!!!

É para veres que homem também sofre... tadinhos!!!!.......

Ser homem é:
- Sentir a dor física de uma bolada nos tomates;
- A tortura de ter de usar fato e gravata no Verão;
- O suplício de fazer a barba todos os dias;
- O desespero das cuecas apertadas;
- A loucura que é fingir indiferença diante de uma mulher sem soutien;
- A loucura de resistir olhar para umas pernas com uma mini-saia;
- Ir à praia e resistir olhar para aquele mulherão que está deitada ao lado;
- Viver sob o permanente risco de ter de andar à porrada;
- Vigiar o grelhador no churrasco ao fim de semana, enquanto todos se divertem;
- Ter sempre de resolver os problemas do carro;
- Ter de reparar na roupa nova dela;
- Ter de reparar que ela mudou de perfume;
- Ter de reparar que ela mudou a tinta do cabelo de Imedia 713 para 731 loiro/bege;
- Ter de reparar que ela cortou o cabelo, mesmo que seja só 1cm;
- Ter de jamais reparar que ela está com um pouco de celulite;
- Ter de jamais dizer que ela engordou, mesmo que seja a pura verdade;
- Desviar os olhos do decote da secretária, que se faz distraída e deixa a blusa desabotoada até ao umbigo;
- Ter a obrigação de ser um atleta sexual;
- Ter a suspeita de que ela, com todos aqueles suspiros e gemidos, só está a tentar incentivar-nos;
- Ouvir um NÃO, virar para o lado conformado e dormir, apesar da vontade de partir o quarto todo e fazer um escândalo;
- Ter de ouvi-la dizer que está sem roupa, quando o problema é onde colocar novos armários para guardar mais roupa;
- Ter de almoçar aos domingos na casa dos sogros, discutir política com aquele velho reaça, tratar bem os sobrinhos, controlar-se para não olhar para o decote da irmã dela e não arrear um arraial de porrada ao irmão dela, sacana do caraças que vem sempre pedir dinheiro emprestado.

Depois Elas ainda acham que é fácil, só porque NÃO TEMOS O PERÍODO!

Diferencas

A diferença entre uma "boa secretária" e uma "Secretária Boa" é que:
- a primeira diz: "Good Morning, Sir." !!!
- a segunda diz: "It's Morning, Sir" !!!

Marido ciumento

Marido ciumento



Há gajos para tudo...
Um casal entra num conhecido restaurante e encontra-se com um grupo de
amigos, um deles dirige-se ao marido:
-Olá Paulo, como estás?
O marido responde:
-Mal, tenho sida... O médico deu-me apenas uns meses de vida.
O amigo despede-se e fica todo encavacado.
A mulher diz ao marido em voz baixa:
-Paulo , não sejas parvo... Como é que dizes às pessoas que tens sida se tu o que realmente tens é cancro nos pulmões?
O marido responde:
-De qualquer forma vou morrer, ...................mas a ti ninguém te vai comer...

Marido honesto...

Uma mulher foi presa por roubar no supermercado.
Quando estava no tribunal, o juiz perguntou-lhe:
- O que é que a senhora roubou?
Ela respondeu:
- 1 lata pequena de pêssegos.
O juiz perguntou-lhe o motivo do roubo, e ela respondeu:
- Porque estava com fome.
O juiz então perguntou à senhora quantos pêssegos tinha a lata:
- Tinha 6 pêssegos.
O juiz então disse:
- Vou-a mandar prender por 6 dias, 1 dia por cada pêssego.
Mas antes que o juiz pudesse terminar a sentença, o marido dela perguntou se poderia ter uma palavra com o juiz sobre o acontecido...
O Juiz disse que sim, e perguntou o que queria ele dizer.
Então o marido disse:
- Ela também roubou uma lata de ervilhas...

10 de junho de 2007

Psicologia Infantil

Uma mulher viaja por dois dias para visitar uma amiga doente e, quando ela volta ao apartamento, o seu filhinho abraça-a dizendo:

- Mamãe, mamãe, adivinha o que aconteceu?

- Ontem, enquanto eu estava a brincar dentro do teu armário, o pai entrou no quarto com a vizinha, eles tiraram a roupa, deitaram-se na cama, o pai pulou em cima dela e...

A mãe cobre a boca do menino com a mão e diz:

- Não digas mais nada agora, meu filho. Vamos esperar que o teu pai volte e repetes isso, OK?

O pai volta do trabalho e a mulher joga-lhe na cara:

- Vou embora. Vou fazer as malas e vou embora.

- Mas porquê???

A mãe volta-se para o menino e diz:

- Fala, filho. Conta o que me contaste a mim.

E o garotinho:

- Ontem, enquanto eu estava brincando dentro do teu armário, o papai entrou no quarto com a vizinha, eles tiraram a roupa, deitaram-se na cama, o pai pulou em cima dela e eles fizeram igualzinho ao que tu e o tio Roberto fizeram, quando o pai viajou no mês passado...

Psicologia Infantil:

"NUNCA AJA PRECIPITADAMENTE!!! SEMPRE ESCUTE TUDO, ATÉ AO FINAL, O QUE UMA CRIANÇA TEM PARA DIZER"

9 de junho de 2007

Um motorista pára no trânsito e alguém bate no vidro do carro. Receoso, ele baixa um pouco o vidro e pergunta: "- O que é que se passa?"

O homem diz: "- O Sócrates foi sequestrado e o pedido de resgate é de EUR50 milhões de euros. Se o resgate não for pago, o sequestrador ameaça regá-lo com gasolina e incendiá-lo. Estamos a receber contribuições. Gostaria de participar?"

O homem no carro pergunta: "- Em média, quanto é que cada pessoa tem doado?"

O outro responde: "- Entre 5 a 10 litros...!"