Páginas

28 de setembro de 2007

Pablo Picasso

"Sempre faço o que não consigo fazer
para aprender o que não sei."

Pablo Picasso
Pintor e escultor espanhol (1881-1973)

27 de setembro de 2007

Mijadinha de nada

Vinha o Sócrates e uma comitiva de seguranças caminhando por uma rua abaixo quando o 1º Ministro se viu apertado para urinar:

- E agora, companheiros, o que faço?

- Faça ai mesmo, senhor 1º Ministro, disse um dos seus assessores. A gente faz uma barreirinha! Nisto, um polícia que passava viu o acto em via pública.

- Ahá! Apanhei-te! Isso é atentado ao pudor! Oh! Desculpe-me senhor 1.º Ministro, não vi que era o senhor...

- Não, companheiro, a lei é para todos. O que eu estava fazendo é errado e você vai multar-me e até prender se for o caso.

- Senhor 1.º Ministro, não o vou prender...!

- Vai sim, se estiver na lei.

- Não, não vou...

- Vai!

- Senhor 1º Ministro... o senhor já fez tanta cagada, acha que eu vou prendê-lo por uma mijadinha de nada... ?

Cantadas a Loiras

PORQUE DAR CANTADAS EM LOIRA NÃO DÁ CERTO???

(homem) - Oi gata... Qual é seu telefone?
(LOIRA) - Nokia. E o seu?

(homem) - Uau! Isso aqui é uma calçada ou uma passarela de moda?
(LOIRA) - Hum, agora você me pegou... É que eu não sou daqui. Então não sei te informar...

(homem) - Eu não tiro o olho de você!
(LOIRA) - Ainda bem, né? Senão eu fico cega!

(homem) - Nossa! Eu não sabia que boneca andava!
(LOIRA) - Sério? Nossa, você tá por fora, hein? Já tem até Barbie que anda de bicicleta!

(homem) - Que curvas, hein!
(LOIRA) - Nem me fala... Eu bati o carro 7 vezes pra chegar nessa festa!

(homem) - Esse seu vestido vai ficar lindo jogado no chão do meu quarto!
(LOIRA) - Quer comprar um igual pra fazer um tapete? Eu te indico a loja...

(homem) - Meu coração disparou quando eu te vi!
(LOIRA) - Socorro! Alguém ajude! O moço está tendo um ataque cardíaco!

(homem) - Eu quero o seu amor, gata! (ESSA É A MELHOR)
(LOIRA) - Espera só um pouquinho... Amô-or! Tem um moço aqui querendo você!

(homem) - Quer beber alguma coisa?
(LOIRA) -Ai, que bom que você apareceu, garçom!

(homem) - Me dá seu telefone, vai!
(LOIRA) - Socorro ! Um assalto!

Brincar aos comboios...


A Mãe estava na cozinha enquanto ouvia o filho a brincar na sala com o novo Comboio eléctrico. Ela ouviu o comboio parar e o seu filho dizer:

- Todos os filhos da puta que querem desembarcar, saíam da merda do comboio agora, porque esta é a ultima estação!

E todos os filhos da puta que estão a voltar e desejam entrar na merda do comboio, mexam o cu agora mesmo, porque vamos sair com esta merda!


A mãe irritadíssima foi à sala e disse ao menino:

- MAS O QUE É QUE SE PASSA AQUI? EIH!?? Nós não usamos esse tipo de linguagem cá em casa! Vai já para o teu quarto e ficas lá durante 2 HORAS para ver se aprendes uma linguagem adequada. Depois podes voltar a brincar com o comboio.


Duas horas depois o garoto sai do quarto e volta a brincar com o comboio.


Quando o comboio pára, a mãe ouve o filho dizer:

- Senhores passageiros: Todos os passageiros que estão a desembarcar,queiram por favor, levar os seus pertences pessoais!

Agradecemos
a todos por viajar connosco, esperamos que tenham feito uma óptima viagem e esperamos que viajem connosco novamente!


Ainda ouviu o pequeno acrescentar:



- Para aqueles que estão a embarcar, pedimos que acomodem as suas
malas debaixo dos assentos! lembrem-se que não há área para fumadores no comboio! Esperamos que todos tenham uma excelente e relaxante viagem.

Quando a mãe já sorria de satisfação por o castigo ter resultado, ouviu o menino acrescentar:

- Para aqueles que estão absolutamente fodidos com o atraso de DUAS HORAS....!!!! ...... Reclamem com a vaca que está na cozinha!

Anedota para Bancarios

Alô? Quem tá falando?
- É o ladrão.
- Desculpe, eu não queria falar com o dono do banco.

Tem algum funcionário aí?
- Não, os funcionário tá tudo como refém.
- Eu entendo.

Trabalham quatorze horas por dia, ganham um salário ridículo, vivem levando esporro, mas não pedem demissão porque não encontram outro emprego, né? Vida difícil.

Mas será que eu não poderia dar uma palavrinha com um deles?
- Impossível. Eles tá amordaçado.
- Foi o que pensei. Gestão moderna, né?

Se fizerem qualquer crítica, vão pro olho da rua.

Não haverá, então, algum chefe por aí?
- Claro que, não, meu amigo. Quanta inguinorânça!

O chefe tá na cadeia, que é o lugar mais seguro pra se comandar um assalto.
- Bom... Sabe o que que é? Eu tenho uma conta...
- Tamo levando tudo, ô bacana. O saldo da tua conta é zero.
- Não, isso eu já sabia. Eu sou professor.
O que eu queria mesmo era uma informação sobre juro.
- Companheiro, eu sou um ladrão pé-de-chinelo.

Meu negócio é pequeno. Assalto a banco, vez ou outra um seqüestro. Pra saber de juro é melhor tu ligar pra Brasília.
- Sei, sei. O senhor tá na informalidade, né?

Também, com o preço que tão cobrando por um voto hoje em dia...

Mas, será que não podia fazer um favor pra mim?

É que eu atrasei o pagamento do cartão e queria saber quanto vou pagar de taxa.
- Tu tá pensando que eu tô brincando? Isso é um assalto!
- Longe de mim. Que é um assalto, eu sei perfeitamente.

Mas queria saber o número preciso. Seis por cento, sete por cento?
- Eu acho que tu não tá entendendo, ô mané. Sou assaltante.

Trabalho na base da intimidação e da chantagem, saca?
- Ah, já tava esperando.

Vai querer vender um seguro de vida ou um título de capitalização, né?
- Não... Eu... Peraí, bacana, que hoje eu tô bonzinho

e vou quebrar o teu galho.

(um minuto depois)

Alô? O sujeito aqui tá dizendo que é oito por cento ao mês.
- Puxa, que incrível!
- Tu achava que era menos?
- Não, achava que era isso mesmo.

Tô impressionado é que, pela primeira vez na vida,

consegui obter uma informação de uma empresa prestadora de serviço, pelo telefone, em menos de meia hora e sem ouvir Pour Elise.
- Quer saber? Fui com a tua cara.

Dei umas bordoadas no gerente e ele falou que vai te dar um desconto.

Só vai te cobrar quatro por cento, tá ligado?
- Não acredito!

E eu não vou ter que comprar nenhum produto do banco?
- Nadica. Tá acertado.
- Muito obrigado, meu senhor. Nunca fui tratado dessa...
- Ih, sujou! (tiros, gritos) A polícia!
- Polícia? Que polícia? Alô? Alô?
- (sinal de ocupado)
- Alô?... Droga! Maldito Estado.

Sempre intervindo nas relações entre homens de bem!

26 de setembro de 2007

Capicua linguistica




Aqui vai uma capicua... na escrita..., o que é raro..!!

Nem quero pensar no tempo gasto pelo cromo que a descobriu...

Sabiam que a frase,

SOCORRAM-ME SUBI NO ONIBUS EM MARROCOS

Lida da direita para a esquerda, é exactamente a mesma coisa!!?

Espectáculo não é??

24 de setembro de 2007

Pai nosso de cada dia...

A Delta solicitou uma reunião com o Papa no Vaticano. Após receber a bênção do mesmo, o representante cochichou:
- Vossa Santidade, nós temos uma oferta. A Delta está disposta a doar 50 milhões de EURs à Igreja se Vossa Santidade mudar a frase da oração Pai-Nosso, de "o pão-nosso de cada dia nos dai hoje" para "o café nosso de cada dia nos dai hoje".


O Papa responde:

- Isso é impossível. A oração é a palavra do Senhor e não pode ser mudada.
- Bem, diz o homem, nós já prevíamos sua relutância e, por isso, nós aumentamos a oferta para 100 milhões de EURs. Tudo o que pedimos é que se mude a frase de pão para café.

Novamente o Papa responde:
- Isso, meu filho, é impossível. A prece é a palavra de Deus e não pode ser mudada.

Finalmente, o homem da Delta diz:
- Vossa Santidade, nós da Delta respeitamos Vossa fé, mas nós temos uma oferta final: doaremos 500 milhões de EURs para a Igreja Católica, simplesmente se a frase "o pão-nosso de cada dia" for mudada para "o café nosso de cada dia". Por favor, pense nisso.

E o homem retirou-se
No dia seguinte, o Papa convoca o Colégio dos Cardeais e diz:
- Tenho 2 notícias para dar: uma má e a outra boa. A boa notícia é que a Igreja vai receber uma doação de 500 milhões EURs

- E a má notícia, Santidade, pergunta um dos cardeais.


Responde o Papa:
-Vamos rescindir o contrato com a Panrico ...

20 de setembro de 2007

Boa para professores!

Boa para professores!

Nem sempre os alunos concluem o que se pretende!


Quatro lombrigas são colocadas em quatro tubos de ensaio separados:

A primeira lombriga em álcool,
A segunda lombriga em fumo de cigarro,
A terceira em esperma,
A quarta em terra natural.

No dia seguinte o professor mostra aos alunos o resultado:

A primeira lombriga, em álcool, está morta.

A segunda, no fumo do cigarro, está morta;

A terceira, em esperma, está morta;

A quarta, em terra natural, está viva.

O professor comenta que é bastante nítido o que é prejudicial e pergunta à classe:

"O que podemos aprender desta experiência?"

Responde imediatamente o Joãozinho:

"Temos de beber, fumar e foder em abundância para não termos lombrigas!!!

19 de setembro de 2007

Merda: A palavra mais versatil da lingua portuguesa!

Chega-se à conclusão que "merda" deve ser a palavra mais versátil da língua portuguesa ! !!!

O uso do vocábulo merda é uma questão de educação.

Ninguém pode negar que o utilizamos para múltiplas circunstâncias, relacionadas com muitíssimas coisas.

Por exemplo:

Orientação geográfica:
- Vai à merda!

Adjectivo qualificativo:
- Tu és uma merda!

Momento de cepticismo:
- Não acredito nesta merda !!!

Desejo de vingança:
- Vou fazê-lo em merda !!!

Acidente:
- Já fizeste merda !

Efeito visual:
- Não se vê merda nenhuma !!!

Sensação olfactiva:
- Cheira a merda...

Dúvida na despedida:
- Por que não vais à merda ?

Especulação de conhecimento:
- Que merda será isto ?

Momento de surpresa:
- Merda !!!

Sensação degustativa:
- Isto sabe a merda !

Desejo de ânimo:
- Rápido com essa merda !!!

Situação de desordem:
- Isto está uma merda !!!

Rejeição, despeito:
- O que é que esse merdas pensa ?

Para descobrir o paradeiro de qualquer coisa:
- Não sei onde foi parar aquela merda...

Interjeição comum:
- Que merda !!!

Crise das 17h30:
- Vou-me embora desta merda !!!

Sexo aos 95 anos

Devido ao falecimento do avô aos 95 anos, o jovem Camilo foi fazer uma visita de pêsames à sua avó de 90 anos.

Quando chega, Camilo encontra a anciã chorando e tenta confortá-la. Um pouco depois, quando vê a avó mais calma o neto pergunta:

- Diz-me avó, como morreu o avô?

- Morreu ao fazermos amor. Confessa a avó.

Camilo, espantado, responde-lhe que as pessoas de 90 anos ou mais, não deveriam fazer amor porque é muito perigoso. Ao que a avó responde:

- Já só fazemos e damos ao Domingo, de há cinco anos a esta parte, e com muita calma, ao compasso das badaladas do sino da Igreja. Era ding para o
meter e dong para o tirar... Se não fosse o filho da puta do homem dos gelados com o seu sininho... o avô ainda estaria vivo!

18 de setembro de 2007

Diversas Anedotas, Curtas e Rapidas

- Venho pedir a rata da sua filha em casamento.
- O quê?! No meu tempo pedia-se a mão!
- Pois é, mas farto de punhetas ando eu...

----------------------------------------------------------------
A doente pede ao médico:
- Beije-me Dr.
- Não posso, a ética profissional não me permite! Eu nem devia estar aqui a foder consigo...

----------------------------------------------------------------

Um alentejano muito surdo sai do ginecologista da mulher muito preocupado, e diz:
- Não sei se ouvi se ela está fodida dos ovários ou se fode com vários.

----------------------------------------------------------------

Uma formiga a passar a linha do comboio entala um pé, depois de um esforço e a ver o comboio aproximar-se desiste e diz:

- Que se lixe, se descarrilar, descarrilou...

----------------------------------------------------------------

Uma mulher surpreende o marido no duche a masturbar-se e diz:
- Que é isto?
Ele responde:
- Já não se pode lavar a pixa à velocidade que se quer?

----------------------------------------------------------------

Um tipo chega em casa e encontra um amigo com sua esposa na sua própria cama.

Pega o revólver e mata-o imediatamente.

A esposa irritada comenta:
- Se continuares a comportar-te assim, vais acabar sem nenhum amigo!...

---------------------------------------------------------------

Um menino pergunta à mãe:
- Mãe, donde vêm os meninos?
- É a cegonha que os traz!
- E quem come a cegonha?

---------------------------------------------------------------

Garoto à professora:
- Não quero alarmá-la, mas o meu pai diz que se as minhas notas não melhorarem, alguém vai levar uma sova!

----------------------------------------------------------------

O mecânico para a cliente:
- Não consegui afinar os travões, por isso aumentei o som da buzina!

---------------------------------------------------------------

Ia tão bêbado, tão bêbado que quando fez análises ao sangue... deu JB Positivo!

----------------------------------------------------------------

Um gajo chega à beira de uma gaja e diz:
- Estás afim de uma queca mágica?
A gaja pergunta:
- Como é uma queca mágica?
Ele diz:
- É muito simples, damos uma queca e depois tu desapareces.

-----------------------------------------------

No consultório, fim de tarde, o médico dá a péssima notícia:

- A senhora tem seis horas de vida.
Desesperada, a mulher corre para casa e conta tudo ao marido.
Os dois resolvem gastar o tempo que resta da vida dela a fazer sexo.

Fazem uma vez, ela pede para repetirem. Fazem de novo, ela pede mais.

Depois da terceira vez, ela quer de novo. E o marido:
- Ah, Maria, chega! Eu tenho que acordar cedo amanhã. Tu não!!!

----------------------------------------------------------------

Dois velhinhos na conversa:
- Você prefere sexo ou o Natal?
- Sexo, claro! Natal há todos os anos, enjoa.

15 de setembro de 2007

Dialogos do Casamento

O que a intimidade não faz.......
DIÁLOGOS DO CASAMENTO!!!

I - O marido pergunta à mulher:
- Vamos tentar uma posição diferente essa noite? A mulher responde :
- Boa ideia, você fica aqui em pé na pia lavando a louça e eu sento no sofá!!!!!


II - Querida, vamos ter que começar a economizar.
- Tudo bem... Mas como?
- Aprenda a cozinhar e mande a empregada embora.
- Tá legal... Então aprenda a transar e pode dispensar o motorista.


III - A mulher compra um kit da Tiazinha para surpreender o maridão que há tempos não se animava.
- E aí, querido? Com quem eu fiquei parecida?
- Do pescoço pra cima com o Zorro, do pescoço pra baixo, com o Sargento Garcia.


IV - Sabe, querido, quando você fala me faz lembrar o mar...
- Puxa, amor, não sabia que te impressionava tanto...
- Não é que me impressione. É que enjoa.


V - Adão e Eva passeavam pelo Paraíso. De repente o
Adão pergunta:
- Eva, você me ama?
E a Eva, resmungando:
- E eu lá tenho outra escolha?


VI - O cara pergunta para a mulher:
- Querida, quando eu morrer, você vai chorar muito?
- Claro, querido. Você sabe que eu choro por qualquer besteira...
VII - Na cama, o marido se vira para a jovem esposa e pergunta:
- Querida, me diga que sou o primeiro homem da sua vida.
Ela olha para o babaca e responde:
- Pode ser... Sua cara não me é estranha...


VIII - O marido decide mudar de atitude. Chega em casa todo machão e ordena:
- Eu quero que você prepare uma refeição dos deuses para o jantar e quando eu terminar espero uma sobremesa divina.
Depois do jantar você vai me fazer um whisky e preparar um banho porque eu preciso relaxar. E tem mais.
Quando eu terminar o banho, adivinha quem vai me vestir e me pentear?
- O homem da funerária... respondeu placidamente a esposa.


IX - Querida, o que você prefere? Um homem bonito ou inteligente?
- Nem um, nem outro. Você sabe que eu só gosto de você.


X - Marido e mulher estão tomando cerveja num barzinho.
Ele vira pra ela e diz:
- Você está vendo aquela mulher lá no balcão, tomando whisky sozinha?
Pois eu me separei dela faz sete anos! Depois disso ela nunca mais parou de beber.
A mulher responde:
- Não diga bobagens. Ninguém consegue comemorar durante tanto tempo assim!

Esta semana... no Pingo Doce

Num hotel caro em Lisboa, uma velhota com os seus 80 anos vai a descer no elevador e no 7º andar entra uma rapariga dos seus 23/24 anos de idade que cheirava a um perfume especial e caro, volta-se para a velhota, abana a blusa e diz, petulante:

- Giorgio Armani, dez contos por grama...

Quando o elevador pára no 5º andar, entra outra rapariga com cerca de 25 anos de idade, também a cheirar a perfume raro e caro, vira-se para a velhota e diz:

- Safari, 21 contos a grama...

O elevador para no 2º andar, a velhota prepara-se para sair do elevador, dá um valente peido, sacode a saia para arejar, volta-se para as petizes e diz:

- Feijão encarnado de conserva "COMPAL", 1 euro a lata... Esta semana, no Pingo Doce...

11 de setembro de 2007

O Alentejano

Um alentejano senta-se no comboio, em frente a uma voluptuosa ruiva, vestida com uma mini-saia.

Nisto, dá conta que ela não tinha roupa interior.

Então a ruiva diz-lhe:

- Está a olhar para a minha vagina...

- Sim, desculpe!... - responde o alentejano.

- Não há problema! - responde a mulher, como és simpático vou fazer com que a minha vagina te mande um beijo.

Incrivelmente, a vagina manda-lhe um beijo!

O alentejano, fica totalmente doido! Nisto, pergunta:

- Que outras coisas sabe fazer?

- Posso também fazer com que te dê uma piscadela...

O homem observa uma vez mais assombrado, como a vagina lhe dá piscadelas.

A mulher, já muito excitada, diz ao alentejano:

- Queres enfiar-me dois dedinhos?...

Paralisado, o alentejano benze-se e responde:

- Mãe do céu! Também sabe assobiar?!