Páginas

25 de novembro de 2009

Várias Anedotas

A mulher ia andando pela rua e encontrou uma linda menina.

- Qual o seu nome? - perguntou ela.

- Meu nome é Margarida!

- Que lindo nome!

- Mamãe me deu esse nome porque, quando eu nasci, caiu uma margarida no meu berço!

- Ohhhh! - disse a mulher, emocionada.

A mulher continua a andar e vê outra linda garota:

- Qual o seu nome? - repete ela.

- Meu nome é Rosinha... Porque, quando eu era um bebezinho, caiu uma rosa no meu berço!

A mulher ficou encantada. E logo viu um menino:

- Qual o seu nome?

O garoto, todo torto, respondeu:

- Armário.

______________________________________

Dois amigos se encontram depois de muito tempo.

- Olá, Osvaldo, soube que você se casou! - comenta o primeiro.

- Já faz bastante tempo! Já tenho duas filhas!

- Que beleza! Como elas se chamam?

- A mais velha chama-se Coristina e a mais nova Novalgina. E você, já tem filhos?

- Tenho uma filha!

- E como ela se chama?

- Maria!

- Maria? Mas isso é nome de bolacha!

______________________________________


Vendo o boletim do neto com muitas notas vermelhas, o avô resolve dar-lhe um tremendo de um sermão:

- No meu tempo, Joãozinho, eu era o melhor aluno em História. Só tirava nota dez...

- Tudo bem, vô, só que tem um negócio!

- Que negócio, Joãozinho?

- No seu tempo havia 60 anos a menos de História para estudar, né?

______________________________________


Joãozinho chega em casa depois da aula, vira-se para a mãe e diz:

- Mãe, eu tenho uma pergunta de francês para fazer.

- Ué! Então faça logo!

- O que quer dizer "pourquoi"?

- Porquê!

- Por nada, só para saber...

______________________________________


Num chiquérrimo restaurante francês o garçom fala para o gerente:

- Chefe! Corre aquí, o português tá se engasgando com uma espinha de peixe. O senhor não vai fazer nada?

O chefe com toda a sua sabedoria responde:

- Claro que vou. Vá lá e peça a conta rápido antes que ele morra!

______________________________________


 

Era uma vez um papagaio que não tinha pernas e que se pendurava na gaiola pelo pênis. Ele estava sendo vendido numa feira de animais e um moço o viu pendurado na gaiola e o achou impressionante, ainda mais que o papagaio falava de tudo. O moço, então resolveu comprá-lo.

Até que um dia o moço saiu e só voltou à noite. Perguntou ele ao papagaio se aconteceu algo interessante naquele dia.

O papagaio respondeu:

- Bem, hoje um carteiro veio entregar uma carta para você e sua mulher atendeu aporta apenas de sutiã.

- E o que aconteceu? Pergunta o moço preocupado.

- O carteiro a levou para o sofá e tirou sua calcinha com os dentes.

- E depois, e depois?

- Ele deitou-se em cima dela.

- E o que houve?

- Ah rapaz, aí eu caí da gaiola.

______________________________________


Mariazinha, no auge dos seus 5 anos, entra no banheiro e se depara com a mãe, peladona. Antes que ela possa se cobrir a garota vai logo perguntando:

- Mamãe! O que são esses pêlos aí no meio das suas pernas?

- Bem, filha... Quando você crescer vai acontecer a mesma coisa com você... É coisa de gente grande!

- Tá bom... Mas isso aí não incomoda na hora de você trepar?


Sem comentários: