Páginas

21 de julho de 2015

Enfim, um homem que faz o que a sua mulher manda!

Enfim, um homem que faz o que a sua mulher manda!

E ainda arranja chatice por causa disso!!!!


Ele: Querida, precisas de ajuda?

 

Ela: Sim, querido, vês aquele saco de batatas? Descasca metade e mete-as dentro da panela!
  


 

16 de julho de 2015

Não posso... !! Espetacular!

Não posso... 


Um velhinho de uns 70 anos,caminhava tranquilamente quando passa em frente a uma casa de meninas, uma prostituta grita:

- Olá avozinho! Por que não experimenta?

O velhinho responde:
- Não, filha, já não posso!

A prostituta pensando que podia ganhar alguma coisinha:
- Ânimo com isso,, Venha,,,, vamos tentar…

O velhinho entra e funciona como um jovem de 25 anos… 3 vezes e sem descanso.

- Élahhh! – diz espantada a prostituta

E ainda diz que já não pode mais?!

E velhinho responde:

- Ahhh, o sexo eu posso, o que não posso é pagar.
 

TINHA TODO O MEU DINHEIRO NO “BES”!!!

 

- Só faço o bem. Devido a mim o velho deu uma KEKA de borla.  

3 de julho de 2015

O menino Joãozinho sabe contar ...

Diz a professora aos seus alunos:
- Meninos, hoje vamos somar a cantar!!!! Vamos começar Luisinho, quero que me somes 16 cantando…
E o Luisinho levanta-se e começa a cantarolar:
- 2 e 2 são 4….4 e 2 são 6….6 e 2 são 8….8 e 8 são 16!!1...
-Muito bem Luisinho, podes sentar…agora tu Joaninha, soma 60 cantando.
Começa a Joaninha:
-10 e 10 são 20…20 e 20 são 40, somamos outros 20 e ficamos com 60.
- Muito bem Joaninha, agora é a vez do Joãozinho. Como tens a mania que és esperto quero que somes até 23.
- Professora – diz o Joãozinho – posso fazer um RAP?????
- Está bem, pode ser….
Então o Joãozinho começa o RAP:
- A sacana da professora…
está com vontade de me f..der….. com esta porra de soma….. que eu devo resolver….. Os dedos das minhas mãos…. mais os dedos dos meus pés…. os tomates e o chouriço… e já somam 23!!!

1 de julho de 2015

Alentejanos ..

Um alentejano está estendido debaixo de uma figueira de barriga para o ar e de boca aberta.
Cai-lhe um figo na boca e ele fica na mesma posição.
- Por que é que não comes o figo? - pergunta-lhe o companheiro.
- Estou à espera que caia outro, para me empurrar este para baixo.
-----//-----


Estavam dois alentejanos sentados e diz um para o outro:
- Ei compadre, tem a mão inchada!
Responde o outro:
- Mais vale uma mão inchada do que uma enxada na mão!
-----//-----

Estavam dois alentejanos encostados a um chaparro, um deles volta-se para o outro e pergunta:
- Compadre, eu tenho a braguilha aberta?
O outro responde:
- Não, Compadre, não tem.
Responde o primeiro:
- Porra, então mijo amanhã!
----//-----

Dois alentejanos, zangados há muito tempo, passam um pelo outro, num caminho.

Um deles leva um bovino à frente.

Diz o outro:
- Atão, vais passear o boi?

O outro, muito admirado:
- Atão essa agora, compadre? A gente nã se fala há tanto tempo, e vem agora cá com conversas! Além do mais enganou-se isto nã é um boi, é uma vaca. 
Resposta do primeiro:
- Ê cá nã falê consigo. Foi com a vaca!
-----//-----

Uns lisboetas de viagem ao Alentejo vêem um alentejano junto a uma
paragem de autocarro e, tentando entrar no gozo, perguntam:
- Compadres, a que horas chega aqui o autocarro da Rodoviária?
- A gente aqui na chama Rodoviária, é cameneta da carrera!
- Mas compadre, a Rodoviária é a transportadora nacional!...
- Já lhe disse, a gente aqui chama cameneta da carrera!
Já irritado, o lisboeta vira-se e pergunta:
- E como é que chamam aos filhos da puta?
- A gente aqui nã os chama, eles vem cá teri!
-----//-----

A jornalista tentava iniciar uma entrevista com um alentejano, que
minuciosamente estudava o firmamento, debaixo do chaparro.
A jornalista: Aquele monte além dá trigo?
O alentejano: Na dá nada...
A jornalista: E dá batata?
O alentejano: Na dá batata, não...
A jornalista: Então, dá centeio?
O alentejano: Na dá nada...
A jornalista: E semeando milho?
O alentejano: ÁÁÁHHHHHHH, semeando já é outra conversa!...